3 mitos sobre a ejaculação precoce

 

Ejaculação precoce é uma disfunção sexual que pode ser definida como a incapacidade de controlar a ejaculação com prejuízo para o grau de satisfação da relação sexual.

Esta disfunção está envolta em alguns mitos que dificultam a sua compreensão e consequentemente a procura da ajuda necessária.

  • Se quiser, o homem, pode facilmente controlar a ejaculação – FALSO

A ejaculação envolve mecanismos complexos controlados por neurotransmissores (serotonina, dopamina, norepinefrina) que podem ser difíceis de controlar através de um processo consciente.

  • Uso de drogas ilícitas e tabaco retardam a ejaculação – FALSO

Estudos têm revelado uma associação entre consumo de drogas e tabaco e ejaculação precoce, sendo que algumas drogas como a cocaína e anfetaminas podem mesmo conduzir à ejaculação precoce.

  • A ejaculação precoce é um problema que acaba por desaparecer com o tempo – FALSO

A ejaculação precoce pode ter origem biológica ou psicológica e tal como acontece com outras disfunções sexuais, pode agravar-se com o passar do tempo e aumento da idade, se não houver um acompanhamento adequado para a resolução do problema.

 

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Saiba como em psic.com.pt/prosocial.

psic-equipa-carlasantos

Carla Santos – Psicóloga Clínica

Partilhar
Comments ( 0 )

    Deixe o seu comentário

    Seu endereço de email não será publicado . Campos obrigatórios são marcados *