O que é o Gaslighting?

Gaslighting consiste no abuso psicológico e manipulador de outra pessoa com a intenção propositada de anular a sua autoestima e autoconfiança, criando um conjunto de sentimentos de dúvidas e medos.

A vítima raramente tem consciência de que está a ser abusada psicologicamente, acreditando que não se trata de violência porque não ocorre agressão física clara. Entretanto, o agressor exerce poder sobre a vítima, manipulando-a através de atos e palavras, fazendo-a sentir inútil, que perdeu as capacidades de pensar, de racionalizar e tomar decisões autónomas.

Quais os sinais mais comuns de Gaslighting?

  • o agressor esconde informações da vítima para que ela crie uma ideia errada;
  • o agressor filtra informações ou mente para induzir a vítima em erro;
  • o agressor nega determinados acontecimentos ou diminui a gravidade deles;
  • o agressor ofende ou diminui a vítima através de comentários aparentemente inofensivos ou piadas.

A vítima acredita que perdeu a estabilidade psicológica, enquanto o manipulador a reprime cada vez mais, tudo é posto em dúvida, tudo é motivo para discutir, e no final, a opinião da vítima é sempre desprezada e nula.

O Gaslighting é uma forma de abuso muito complicada de explicar à vítima e ainda mais difícil de denunciar.

Se reconhece esta realidade na sua vida ou na vida de alguém que é próximo contacte-nos para marcar uma consulta informativa gratuita.  As nossas consultas podem ser presenciais ou à distância (online).

Já agora, aproveite para ver este vídeo com os 10 sinais de Gaslighting em relacionamentos abusivos: https://youtu.be/As_8Bb0bVNY

Beber Chá

Temos que estar totalmente despertos para apreciar o chá como deve ser. Temos que estar no momento presente. Apenas com a consciência no presente, as nossas mãos podem sentir o agradável calor da chávena. Apenas no presente podemos apreciar o aroma, sentir a doçura e saborear a delicadeza. Se estamos a recordar o passado ou preocupados com o futuro, perdemos por completo a experiência de apreciar a chávena de chá. Quando olharmos para a chávena, o chá já terá terminado.

A vida é assim. Se não estamos totalmente no presente, quando olharmos à nossa volta este terá desaparecido.
Quando pararmos de pensar no que já aconteceu, quando pararmos de nos preocupar com o que poderá nunca vir a acontecer, então estaremos no momento presente.
Só então começaremos a experimentar a alegria de viver…
Autor Desconhecido

Menopausa – as 10 mudanças psicológicas que deve conhecer

A menopausa é uma nova fase na vida da mulher, com várias mudanças físicas, mas também mudanças psicológicas e emocionais. A nível psicológico estas alterações diferem de mulher para mulher, dependendo da sua personalidade, das suas relações familiares e do seu estilo de vida.

Quais as 10 mudanças psicológicas mais frequentes durante a menopausa?

  • Diminuição da autoestima;
  • Perturbação do sono – insónia;
  • Sensação de fraqueza ou fadiga, perda de energia;
  • Redução das capacidades cognitivas, especialmente da memória e atenção;
  • Falta de desejo sexual;
  • Ansiedade e/ou depressão – as emoções – positivas ou negativas – podem ser mais intensas;
  • Perda de interesse e introversão evidente com possíveis estados fóbicos;
  • Pensamentos negativos constantes e choro fácil;
  • “Choque” com a nova realidade – mudança da aparência física e estigma social;
  • Compulsão alimentar.

Estas alterações psicológicas resultantes da menopausa não são obrigatórias nem definitivas. É possível viver uma menopausa feliz! Procure ajuda psicoterapêutica e elimine os sofrimentos e cargas emocionais características desta fase de transição.

Contacte-nos para marcar uma consulta informativa gratuita. As nossas consultas podem ser presenciais ou à distância (online).