Lenda da Águia e do Falcão

O CONTO DO MÊS

Em 2018, oferecemos-lhe todos os meses um pequeno conto. Cada conto contém uma mensagem implícita sobre a qual deverá refletir. Esperamos que este desafio que a PSIC lhe lança proporcione bem-estar e uma maior qualidade de vida.

Lenda da Águia e do Falcão

Conta uma velha lenda dos índios, que uma vez, o mais valente e honrado de todos os jovens guerreiros e a mais formosa mulher da tribo, chegaram de mãos dadas à tenda do velho feiticeiro da tribo.

– Nós amamo-nos e vamos nos casar – disse o jovem.

– E amamo-nos tanto que queremos um feitiço, um conselho, ou um talismã… alguma coisa que nos garanta que poderemos ficar sempre juntos… que nos assegure que estaremos um ao lado do outro até encontrarmos a morte. Há algo que possamos fazer?

O velho emocionado ao vê-los tão jovens, tão apaixonados e tão ansiosos por uma palavra, disse:

– Há uma coisa a ser feita, mas é uma tarefa muito difícil e espinhosa… Tu, linda jovem deves escalar o monte ao norte desta aldeia e apenas com uma rede e as tuas mãos, deves caçar o falcão mais vigoroso do monte e trazê-lo a mim com vida, até o terceiro dia depois da lua cheia.

– E tu, jovem valente – continuou o feiticeiro – deves escalar a montanha do trono, e lá em cima, encontrarás a mais brava de todas as águias, e somente com as tuas mãos e uma rede, deverás apanhá-la trazendo-a para mim, viva!

Os jovens abraçaram-se com ternura, e logo partiram para cumprir a missão recomendada. No dia estabelecido, à frente da tenda do feiticeiro, os dois esperavam com a águia e o falcão dentro de um saco. O velho pediu que, com cuidado, tirassem as aves dos sacos e viu que eram verdadeiramente formosas aves.

– E agora o que faremos? – perguntou o jovem – Matamos as aves e depois bebemos a honra do seu sangue?

– Ou cozinhamos e depois comemos o valor da sua carne? – propôs a jovem.

– Não! – disse o feiticeiro – Apanhem as aves e amarrem-nas entre si pelas patas com essas fitas de couro. Quando as tiverem amarradas, soltem-nas, para que voem livres…

O guerreiro e a jovem fizeram o que lhes foi ordenado e soltaram os pássaros. A águia e o falcão tentaram voar mas apenas conseguiram saltar pelo terreno. Minutos depois, irritadas pela incapacidade de voar, as aves arremessavam-se entre si, bicando-se até se magoarem.

E o velho disse:

– Jamais esqueçam o que estão a ver … este é o meu conselho. Vocês são como a águia e o falcão: se estiverem amarrados um ao outro, ainda que por amor, não só viverão arrastando-se, como também, mais cedo ou mais tarde, começarão a magoar-se um ao outro. Se quiserem que o amor entre vocês perdure, voem juntos mas jamais amarrados.

Autor Desconhecido

Como ajudar alguém com Depressão

Algum dos seus familiares e amigos sofre de Depressão? Gostaria de ajudar, mas não sabe como?
O seu apoio, compreensão, respeito e incentivo é crucial na recuperação dessa pessoa. Ultrapassar a Depressão é sempre mais fácil quando não se está sozinho. Por isso, transmita ao seu amigo ou familiar que é importante procurar ajuda, aceitar ser ajudado e manter a esperança que tudo irá mudar.
Sugerimos que dedique uns minutos a este vídeo sobre o “Cão Negro da Depressão” com dicas úteis sobre a melhor forma de ajudar, bem como o que dizer a essa mesma pessoa.
A PSIC, através de intervenções específicas de hipnoterapia, terapias psicossensoriais e biofeedback, pode facilitar este alcance ao equilíbrio emocional, bem-estar e uma vida mais feliz. Para mais informações, contacte-nos.

 

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Se é estudante, está desempregado ou numa situação económica fragilizada, saiba como usufruir de preços ajustados à sua realidade em psic.com.pt/prosocial

Jatir Schmitt- Psicóloga Clínica

Como o movimento terapêutico estimula as crianças

O movimento faz parte da nossa conceção enquanto humanos. As crianças quando se movem expressam as suas emoções, ações, pensamentos. Criam ligações neuronais importantes ao nível cognitivo e de socialização. O movimento é uma linguagem que permite à criança se desprender de qualquer tipo de censura, deixando a sua criatividade e espontaneidade atuar.

O movimento da dança terapêutica na infância dá-se como uma brincadeira, é onde a criança pode comunicar, utilizando o corpo na sua totalidade. Durante a atividade é utilizada musica, para aprimorar as brincadeiras através do movimento. Articula-se a respiração, os alongamentos e o contacto com o espaço físico, através do lúdico. Assim, a criança adquire consciência de si, do outro e do meio social.

Aqui ficam 8 benefícios do movimento terapêutico:
1. Concentração
2. Coordenação motora
3. Habilidade comunicacional
4. Autoconfiança
5. Reconhecimento corporal
6. Integração social
7. Criatividade
8. Bem-estar

“O corpo é o instrumento mais importante que o ser humano disponibiliza para trabalhar, se transformar. A pessoa, quando dança, utiliza o corpo experimentando diversas sensações, descobrindo inúmeras possibilidades de se movimentar, de se conectar consigo mesmo, descobrindo formas de se sentir bem com seu próprio corpo”
(Garaudy, 1980)

Saiba mais sobre a dançaterapia aqui.

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Se é estudante, está desempregado ou numa situação económica fragilizada, saiba como usufruir de preços ajustados à sua realidade em psic.com.pt/prosocial

Ana Macedo – Psicóloga Clínica