JANEIRO – Tomar Decisões

Certo dia uma mulher não conseguia decidir-se por qual das duas portas deveria sair de um aposento. Ambas as portas levavam ao mundo exterior. Após algumas horas de indecisão, a mulher foi empilhando mesas e cadeiras diante de uma das portas. Foram tanta as cadeiras e mesas que empilhou que caiu num sono profundo, de tanto cansaço.

No dia seguinte, ainda bem cedo, levantou-se e examinou o mesmo problema novamente. Uma das portas estava livre, mas a outra estava bloqueada por uma pilha de cadeiras e mesas. A mulher suspirou de alívio e disse: “Agora já não tenho escolha.”

Autor Desconhecido

Procrastinação & autossabotagem – uma dupla inseparável!

Esta dupla Procrastinação & Autossabotagem bloqueia o fluxo da vida. Impede-nos de seguir em frente e implica um interminável adiar dos nossos desejos e sonhos.

As pessoas que aqui chegam em busca de ajuda apresentam-se sobrecarregadas de culpa, autocensura, autoataque e desespero consigo próprias. Rotulam-se de preguiçosas e de não querer nada com a vida. Reclamam que por mais que tentem, são sempre vencidas. Sentem-se sem motivação, paralisadas e impotentes.

O que alimenta o funcionamento desta dupla Procrastinação & Autossabotagem? É necessário aprofundar e entender porque não consegue fazer o que planeou e tomar consciência dos bloqueios internos, que alimentam esta paralisação.

Na vida, momento a momento, fazemos o que sabemos e o que podemos para sobreviver. O acumular das experiências negativas porque passamos, é criado para manter a nossa integridade psíquica. Com o passar do tempo tornam-se parte de nós. Embora já não necessitemos delas, por já termos outros recursos, resgatamo-las cada vez com mais força. Saiba que temos forças inconscientes que nos protegem e nos defendem do sofrimento e tudo que passamos durante a vida.

Mas como combater esta notável dupla, cheia de boa intenção? Como fazer melhor? Como deixar a vida fluir em direção ao seu desejo?
1 – Em primeiro lugar precisamos de entender os padrões defensivos e os medos responsáveis por esta defesa de sobrevivência. Cada pessoa tem a sua própria maneira de responder aos congelamentos emocionais.
2 – O importante é começar! Fazer algo diferente do que vem fazendo. A mudança de estratégia estimula o corpo e a mente a realizar o que deseja. Passo a passo, amplie as suas iniciativas e crie novas possibilidades de quebra do vício de estagnar a própria vida. Só você pode quebrar a resistência e eliminar as desculpas para as suas frustrações, que surgem a cada desistência de si mesmo. O importante é cooperar para a sua vida fluir.
3 – Talvez tenha tentado isto e muito mais. Eu sei que sozinho é difícil vencer essa dupla – procrastinação e autossabotagem – uma estratégia eficaz para tirá-las do seu velho trono é pedir apoio. Foi o que fez a Luísa – leia aqui o seu testemunho

A PSIC, através de intervenções específicas de hipnoterapia, terapias psicossensoriais e biofeedback, pode ajudá-lo a vencer esta dupla e retirar todo proveito do fluir da vida. Contacte-nos para uma consulta informativa gratuita.

Jatir Schmitt- Psicóloga Clínica

Turismo para a mente – Diário do Sudoeste

“… Que viajar abre a mente para novas possibilidades e ainda faz bem, ninguém tem duvida. e uma psicóloga brasileira residente atualmente em Vila Nova de Gaia, está aproveitando o potencial turístico do país para tratar pessoas…

…A aliança do método com passeios turísticos vem sendo chamado por ela e seus parceiros de “Turismo Saúde”… Jatir explica que seu método é aplicado por etapas, e pode ser feito em grupos ou individualmente. Ela definiu a primeira etapa como virada chave, onde acontece uma faixa emocional. “É fazer a pessoa sair do buraco”, Jatir resume. Depois vem a estabilização e consolidação…”

Este artigo foi publicado originalmente no Diário do Sudoeste e pode lê-lo na integra aqui