Como agravar e perpetuar a dor?

psic-dor-cronica

 

A dor provoca um intenso sofrimento e desregulação a vários níveis. Será que no seu dia-a-dia vai aumentando a probabilidade de a dor permanecer na sua vida? Existem atitudes que vão perpetuando a dor, tais como:

  • Esperar que a dor passe – a dor é um grito de alerta do nosso corpo de que algo não está bem. Se ignorarmos os sinais e não procurarmos ajuda podemos agravar a sintomatologia
  • Não praticar exercício físico – o exercício ajuda a prevenir e tratar as dores, uma vez que promove o equilíbrio articular e fortalece os músculos. A prática de exercício deve ser ajustada à problemática apresentada
  • Automedicação – o recurso a analgésicos sem o acompanhamento médico pode provocar complicações noutros órgãos. Com o tempo deixam de ter o seu efeito terapêutico e o organismo vai perdendo a capacidade de recorrer aos seus próprios mecanismos de regulação da dor

Sem saber pode estar a alimentar a dor em vez de a erradicar. Altere os seus comportamentos e procure ajuda profissional. A hipnoterapia e as terapias psicossensoriais e de biofeedback ajudam a mobilizar os recursos naturais do seu organismo no alívio da dor.

 

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Saiba como em psic.com.pt/prosocial.

psic-equipa-carlasantos

Carla Santos – Psicóloga Clínica

Partilhar
Comments ( 0 )

    Deixe o seu comentário

    Seu endereço de email não será publicado . Campos obrigatórios são marcados *