Como exercer uma parentalidade positiva?

O foco da parentalidade está no cuidar, existindo uma interação constante entre pais e filho(s), que implica direitos e deveres. Exercer a parentalidade pode ser muito exigente, mas não tem que ser desgastante, nem desafiador.

Seguem algumas dicas, para a prática de uma parentalidade positiva:

  • Respeite os sentimentos do seu filho(a)
  • Promova segurança e autoestima
  • Estimule as suas capacidades
  • Valorize as suas emoções
  • Dê incentivos
  • Encoraje-o(a)
  • Brinque com ele(a)
  • Elogie
  • Oriente para a resolução de problemas
  • Estabeleça limites claros e eficazes
  • Seja firme e consistente
  • Seja específico quando comunica com ele(a)
  • Comunique de forma positiva
  • Dê Amor

A parentalidade positiva não é ser permissivo, mas sim estabelecer regras e limites, direcionados à sua criança e consoante as suas necessidades. Respeite-a como ela é, um ser único e independente.

Acima de tudo esteja consciente das suas emoções! Pais felizes e em equilíbrio têm crianças felizes.

 

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Se é estudante, está desempregado ou numa situação económica fragilizada, saiba como usufruir de preços ajustados à sua realidade em psic.com.pt/prosocial

psic-equipa-anasantos

Ana Macedo – Psicóloga Clínica

Partilhar
Comments ( 2 )

Deixe o seu comentário

Seu endereço de email não será publicado . Campos obrigatórios são marcados *

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.