Como relaxar com os seus filhos (e ensiná-los a relaxar)?

Se teve um dia agitado e cansativo, aproveite para acalmar o seu próprio ritmo e nível de stress. Se por outro lado, teve um dia tranquilo, brinque com os seus filhos, dance, faça uma guerra de almofadas e aos poucos vá acalmando o ambiente. Se cansar os seus filhos, mais depressa vão conseguir relaxar. O relaxamento pode ser realizado antes de dormir ou em outros momentos do seu dia-a-dia.

 

Algumas dicas sobre como relaxar com os seus filhos:

  1. Escolha um horário adequado para todos e crie um ambiente bom para relaxar. Sem barulhos incomodativos e reduza as distrações.
  2. Coloque uma música calma, por exemplo, com sons da natureza ou instrumentais como piano, flauta, viola.
  3. A posição ideal é deitada, confortavelmente, de barriga para cima.
  4. Fechem os olhos. Inspirem pelo nariz e expirem pela boca, lenta e profundamente. Repitam esta respiração, pelos menos, três vezes.
  5. Agora, conte uma história simples, uma história alegre, real ou imaginária. Pode optar por contar uma história de um livro, uma memória feliz da sua vida ou até algo que tenham feito em conjunto – seja criativo!
  6. Antes de terminar, permaneçam com os olhos fechados, por mais alguns minutos. Sintam o amor incondicional que vos une. Para finalizar, diga o quanto ama os seus filhos e que vão sentir-se muito bem quando acordarem, felizes e tranquilos.
  7. Para despertar podem começar por movimentar o corpo suavemente, mexendo os braços, as pernas, os pés… e vão abrindo os olhos lentamente.
  8. Para finalizar, façam uma última respiração – inspirando pelo nariz e expirando pela boca, lenta e profundamente.

 

É natural que as crianças, inicialmente, demonstrem alguma resistência. No entanto, à medida que for repetindo estes exercícios, acabarão por se tornar rotineiros e pouco a pouco os seus filhos vão aprender a relaxar. Não desista!

 

Este relaxamento pode ser adaptado. Você melhor que ninguém conhece os seus filhos! Seja criativo e dê asas à imaginação. Não tenha medo, faça-o de coração, faça-o com amor.

 

Se quiser partilhar a sua experiência ou tirar dúvidas e receber orientações, entre em contacto connosco.

 

Se quiser saber mais sobre educação e parentalidade leia também o artigo Como exercer uma parentalidade positiva?

 

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Se é estudante, está desempregado ou numa situação económica fragilizada, saiba como usufruir de preços ajustados à sua realidade em psic.com.pt/prosocial

 

Ana Macedo – Psicóloga Clínica

psic-equipa-anasantos

 

Partilhar
Comments ( 0 )

    Deixe o seu comentário

    Seu endereço de email não será publicado . Campos obrigatórios são marcados *