Diagnóstico de infertilidade – e agora?

infertilidade

O diagnóstico de infertilidade pode resultar de causas específicas e conhecidas pela ciência ou de causas não identificáveis ou inexplicáveis.
Este diagnóstico está associado a choque, dor, descrença, sentimento de impotência, desilusão, frustração, culpa, revolta… e muitas dúvidas sobre o que fazer a seguir.
Como lidar com esta realidade?
• Informe-se e procure alternativas: consulte uma segunda opinião médica, pondere métodos de reprodução medicamente assistida, adoção ou outra via que lhe faça sentido.
• Trabalhe em sintonia com o seu companheiro: invista no diálogo transparente, na partilha honesta de sentimentos e na redefinição de objetivos e projetos.
• Priorize a sua relação afetiva: planeie uma data regular para uma noite a dois ou outros momentos em que a vossa relação seja o foco.
• Invista noutras áreas da sua vida: dedique tempo para a família, lazer e mantenha a produtividade.
• Aceite as limitações do corpo: não se culpe e não julgue a si nem ao seu parceiro.
• Cuide de si: pratique exercícios, adote uma alimentação saudável, inclua momentos de relaxamento e meditação no seu dia-a-dia e faça coisas de que verdadeiramente gosta.
• Mantenha a esperança: o que parece o fim pode ser um recomeço.
Se o diagnóstico de infertilidade resulta de causas desconhecidas, a origem pode ser psicológica e a intervenção de um psicólogo clínico pode desbloquear a situação.

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Saiba como em psic.com.pt/prosocial

Jatir Schmitt – Psicóloga Clínica

Partilhar
Comments ( 0 )

    Deixe o seu comentário

    Seu endereço de email não será publicado . Campos obrigatórios são marcados *