Filmes terapêuticos

psic_cinema

Os bons filmes (e os maus às vezes) podem ser terapêuticos. Promovem a eliminação de pensamentos negativos, a produção de hormonas de bem-estar, reduzem o stresse e aliviam a tristeza. Não causam dependência contrariamente aos ansiolíticos, sedativos, hipnóticos e antidepressivos. Inspirada no autor Pedro Marta Santos, sugiro algumas prescrições para:

  • INSÓNIA – O Grande Silêncio, Philip Groning, 2005

– Contra indicações: dificuldade respiratória devido a tédio instantâneo; se interromper o filme corre o risco de passar a noite acordado

– Efeitos secundários: resposta lenta; raiva repentina

– Dose recomendada: todos os dias ao deitar durante 21 dias. Interromper o tratamento quando obter o efeito desejado

  • DEPRESSÃO – Férias Frustradas, John Francis Daley, 2015

– Contra indicações: corre o risco de entrar em euforia

– Efeitos secundários: dor no maxilar e na barriga; chorar de tanto rir

– Dose recomendada: 1 vez por dia durante 6 meses. Em caso de overdose substituir a receita por outros genéricos

  • ANSIEDADE – Comer Orar Amar, Ryan Murphy 2010

– Contra indicações: Dependência extrema de hobbies

– Efeitos secundários: vontade de dar uma volta de 180° à sua vida; ficar viciado nas coisas belas que o mundo oferece

– Dose recomendada: 3 vezes por semana durante uma quarentena

  • QUANDO NÃO SABE O QUE TEM – Divertida Mente, Pete Docter, 2015

– Contra indicações: confusão mental por excesso de informação; risco de identificação com apenas uma emoção

– Efeitos secundários: perder o medo da mudança; ataque de nostalgia; chorar de tanto rir

– Dose recomendada: 1 vez por mês em regime vitalício

Este folheto terapêutico não assegura a cura dos seus problemas. Em caso de necessidade, visite um psicólogo qualificado.

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Saiba como em psic.com.pt/prosocial.

 

psic-equipa-jatirschmitt

Jatir Schmitt – Psicóloga Clínica

Partilhar
Comments ( 0 )

    Deixe o seu comentário

    Seu endereço de email não será publicado . Campos obrigatórios são marcados *

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.