Frieiras – o lado psicológico

Maria tem 34 anos e trabalha na área da saúde. Procurou a PSIC para resolver sintomas depressivos, que surgiram após algumas mudanças na sua vida: a rutura de um relacionamento de 3 anos e a mudança de local de trabalho e das funções desempenhadas. Queixava-se de ansiedade e tristeza, Sentia-se insegura e sozinha. Apresentava também problemas de frieiras nas mãos e pés, que se agravavam em alturas em que sentia mais ansiedade e preocupação.

Após as primeiras semanas de intervenção, começou a sentir-se mais fortalecida para lidar com as situações do dia-a-dia, sentia-se mais alegre e menos ansiosa no trabalho. Além disso reparou que os sintomas de frieiras estavam a diminuir.

Durante o tratamento, a Maria estabeleceu um segundo objetivo para trabalhar a causa das frieiras. Dois meses depois, já não tinha bolhas e as manchas tinham diminuído. Ao fim de um ano todos os sintomas desapareceram.

Sabia que o frio pode não ser o único responsável pelas frieiras? As emoções podem manifestar-se no seu corpo através de diferentes sintomas físicos.

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Saiba como em psic.com.pt/prosocial.

psic-equipa-jatirschmitt

Jatir Schmitt – Psicóloga Clínica

 

Partilhar
Comments ( 0 )

    Deixe o seu comentário

    Seu endereço de email não será publicado . Campos obrigatórios são marcados *