Halloween: A Bruxa Interior

05_BruxaInteriorComo se porta a sua bruxa interior?

A bruxa interior é aquela parte de nós que nos faz sentir desconfortáveis. É a parte responsável pelo nosso lado mau, que queremos demitir. No dia-a-dia reprimimos todas as emoções negativas que sentimos. A bruxa interior está relacionada com essas emoções que não expressamos no momento certo, porque achamos que não devemos, porque é inadequado ou porque alguém nos ensinou que é assim. A bruxa interior não sente culpa ou vergonha.

Quando sentimos culpa ou vergonha? No momento em que descobrimos e temos contato com o mal, quando tomamos consciência do que é mau. Enquanto não temos contato com o erro, com o bem e o mal, não sentimos vergonha ou culpa. Sentimos culpa quando somos repreendidos por alguma coisa má que fizemos, e sentimos vergonha porque achamos que temos algum defeito, não somos perfeitos como queríamos ser.

A rejeição da nossa bruxa interior, pela culpa e vergonha, pode manifestar-se através de tensões e sintomas, como uma expressão da maldade interna. O bruxismo, por exemplo, é caraterizado pelo ranger ou apertar dos dentes durante o dia ou durante o sono, por haver uma grande tensão na zona da boca. Está associado à ansiedade, raiva ou frustração. É a manifestação e consequência daquilo que não dizemos, da raiva que não expressamos, da frustração e das contrariedades que guardamos para nós.

Como fazer da bruxa interior uma aliada?

Aprendendo a reconhecer e a lidar com as nossas contrariedades. Deixar de rejeitar este lado que também faz parte de nós, mas aceitá-lo e respeitá-lo. A bruxa interior pode ser uma boa aliada se aceitarmos as nossas dores, para ultrapassar traumas. A aceitação e o equilíbrio emocional são fundamentais para aprender a lidar com a nossa parte boa e com a parte má – personificada na bruxa interior. Quando conseguimos este equilíbrio, abrimos o caminho para a cura interior.

Apanhe uma boleia e entre nesta viagem.

 

Partilhar
Comments ( 0 )

    Deixe o seu comentário

    Seu endereço de email não será publicado . Campos obrigatórios são marcados *

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.