O suicídio nas polícias portuguesas

 

Todos os anos são notícia os suicídios nas polícias portuguesas. Mas afinal porquê que este é um grupo de risco?

De acordo com o artigo publicado no Jornal Público por Ana Henriques e Pedro Sales Dias – https://www.publico.pt/2017/01/31/sociedade/noticia/policias-matamse-sobretudo-por-problemas-pessoais-conclui-estudo-1760352 – os problemas familiares são apontados como a principal causa dos suicídios na polícia.

A “lei do silêncio” autoimposta pelo dever da profissão, o trabalho exigente e desgastante por turnos, a imprevisibilidade e risco das funções desempenhadas e o elevado desgaste emocional, muitas vezes, culminam em ruturas e desentendimentos familiares. Pode acontecer, em casos mais graves, que estes profissionais vejam no suicídio a única saída para acabar com o seu sofrimento.

Se conhece algum profissional que esteja a passar por estas dificuldades, incentive-o a procurar ajuda. Existem outros caminhos para acabar com o sofrimento, por mais profundo que ele seja.

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Saiba como em psic.com.pt/prosocial

psic-equipa-ritalopes

Rita Lopes – Psicóloga Clínica

Partilhar
Comments ( 0 )

    Deixe o seu comentário

    Seu endereço de email não será publicado . Campos obrigatórios são marcados *

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.