Profissão – Mãe

dia_maeEm determinadas épocas a mulher atuou nos bastidores da sociedade, resumindo o seu papel à procriação e função de cuidadora dos filhos e do lar (ou não seria um grande emprego sem remuneração?). Nos dias de hoje está inserida na sociedade como um indivíduo ativo e quando escolhe ser mãe não vê essa tarefa como uma obrigação, mas como uma forma de realização pessoal.

Ser mãe e profissional faz parte do processo de vida. Mas, ser mãe, não será uma profissão de uma vida? A profissão mãe implica um trabalho diário e constante, realizado 24h por dia, 7 dias por semana e 12 meses por ano.

As mães desempenham uma forma de administração ideal e eficaz, que muitas vezes não valorizamos. Na gestão da casa não facilitam, não desperdiçam e ainda conseguem usar a sua criatividade para satisfazer as várias preferências gastronómicas. São mestres na gestão de tarefas, pois conseguem realizar muitas delas ao mesmo tempo e quando delegam funções são objetivas e claras nas suas orientações.

Na verdade, apelando ao nosso sentido de justiça, para ser mãe é necessário um conhecimento aprofundado nas mais diversas áreas, tais como: desenvolvimento infantil – aprende e torna-se perita nas diversas fases do desenvolvimento e tarefas associadas, como mudar a fralda, ensinar a ir à casa de banho, proteger a casa quando andam de gatas, incentivar a dar os primeiros passos; relações familiares – sabe gerir a relação do casal quando esperam o primeiro filho, e na vinda do segundo filho, gere a relação entre irmão; administração/gestão – o seu papel é indispensável na limpeza, organização e manutenção do lar. Quantas vezes não recorremos ao “Mãe, onde está…?” ou “Mãe, como faço…?” porque ela é o verdadeiro GPS do lar; finanças – saber orientar os gastos e despesas, gerir o orçamento familiar é uma autêntica arte; área da medicina – a mãe sabe fazer curativos, medir a febre e sabe ser criativa e paciente na maneira de administrar medicamentos; educação – uma mãe dá conselhos e orienta, ajuda nos trabalhos de casa e aplica castigos necessários. O seu amor é exigente e preciso.

Parece difícil? Cansativo? Existem milhares de mulheres com esta profissão e com um desempenho digno de excelência. O bem-estar e a felicidade do filho é a motivação suficiente para acordar todos os dias feliz para mais um dia de “trabalho”.

Ser mãe é na realidade estar atenta às coisas simples da vida, valorizar sempre os aspetos positivos e AMAR.

Lembre-se! Por vezes não irá acertar. “Respire. Será mãe para sempre.”

Partilhar
Comments ( 0 )

    Deixe o seu comentário

    Seu endereço de email não será publicado . Campos obrigatórios são marcados *