Quando a infertilidade é psicológica

psic-infertilidade

Cerca de 10% dos casos de infertilidade são inexplicáveis do ponto de vista médico. Algumas das possíveis causas psicológicas podem estar associadas a:

  • Elevado grau de stresse e ansiedade que pode bloquear a fertilidade – o hipotálamo é responsável pela resposta de stresse e sexual, podendo levar à irregularidade ou suspensão do ciclo menstrual, à redução da quantidade de esperma e volume do sémen, bem como, à falta de líbido e ereção.
  • Sentimentos ambivalentes – quando há conflitos internos ou externos em relação à parentalidade.
  • Medo / fobia – do parto, de não se sentir preparado, de não saber cuidar de uma criança, estabelece uma barreira (infertilidade) que procura proteger o corpo de um perigo.
  • Conflito no relacionamento – como dúvidas sobre o futuro da relação, se é a pessoa certa e a existência de um clima relacional tenso, criam impedimentos inconscientes à parentalidade.

Mesmo nos casos com causas orgânicas estabelecidas é difícil separar o estado psicológico do casal da dificuldade em engravidar. Curiosamente, alguns casais inférteis após realizarem tratamentos médicos ineficazes, ao desistirem, recebem a visita da cegonha.

 

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Saiba como em psic.com.pt/prosocial.

 

psic-equipa-jatirschmitt

Jatir Schmitt – Psicóloga Clínica

Partilhar
Comments ( 0 )

    Deixe o seu comentário

    Seu endereço de email não será publicado . Campos obrigatórios são marcados *

    Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.