S.O.S Preocupações

sos

Vivemos a antecipar perigos e catástrofes e muito facilmente ficamos presos num ciclo vicioso, incontrolável e desproporcional onde se salta de preocupação em preocupação. Esta (pré)ocupação conduz a elevados níveis de ansiedade, stresse e dor que se alastram às várias áreas da nossa vida. Mas é possível libertar-se da prisão das preocupações com o auxílio deste kit:

  • Pare, observe os seus pensamentos e pense em tudo que conseguir durante 30 segundos. De seguida conte todos os pensamentos que vieram à sua mente. Anote esse número e multiplique-o por 2. Agora multiplique esse resultado por 60 e, finalmente, multiplique esse valor por 24. Já está? O resultado final que obteve representa o número de pensamentos que tem durante 1 dia. Surpreendido com o excesso de taaagaaaarelice mental?!
  • Reflita e identifique as suas preocupações. Liste-as e atribua uma intensidade de 1 (menos intensa) a 10 (mais intensa).
  • Comece pela mais intensa. Analise de forma objetiva: É-me útil estar preocupado com esta situação? Qual é o sentimento que está associado? Realmente constitui um perigo? Qual é a probabilidade de vir a acontecer?
  • Procure soluções. Se as suas preocupações constituem um perigo provável de acontecer, invista o seu tempo na procura de alternativas para as resolver.
  • Mude o foco. Oriente a sua atenção para os seus sucessos (por mais pequeninos que lhe pareçam), eles vão ajudá-lo a desenvolver pensamentos positivos e a educar a sua mente para esse registo.
  • Liberte a sua mente e descanse o corpo. Relaxe, conviva, ouça música, caminhe… faça algo diferente que lhe dê prazer.

 

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Saiba como em psic.com.pt/prosocial.

 

psic-equipa-ritalopes

Rita Lopes – Psicóloga Clínica

Partilhar
Comments ( 0 )

    Deixe o seu comentário

    Seu endereço de email não será publicado . Campos obrigatórios são marcados *