8 chaves para a saúde emocional e o acesso à paz interior

Artigo do mês

8 chaves para a saúde emocional e o acesso à paz interior

Encontrar o equilíbrio emocional e paz interior pode ser uma tarefa simples, se começar por fazer pequenas mudanças internas, que o ajudarão a aceitar e a lidar com as emoções de forma mais eficaz. Para o ajudar a começar com pequenas mudanças em 2020, damos-lhe 8 chaves para acionar o despertar da consciência amorosa, alcançar a saúde emocional e aceder à paz interior:

Chave 1: Silêncio – Mesmo quieto, a tagarelice contínua na sua mente. São os pensamentos intrusivos e compulsivos que ocorrem sem ter consciência, tornando-se impossível obter silêncio. Ao se desidentificar desses pensamentos, pode focar a sua atenção no espaço vazio entre um pensamento e outro, entrando num estado de quietude e paz.

Chave 2: Verdade – Saiba que é necessária coragem para enfrentar as próprias falsidades. Procure identificar os seus segredos íntimos e ser honesto consigo e com a vida. Quando necessita usar uma máscara para o mundo, perde a espontaneidade e deixa de ser autêntico, por isso, não se pode esquecer de tirar a máscara para si mesmo. Não adianta esconder-se de si, nem mesmo o lado mais sombrio. Faça uma análise da sua vida e reveja onde e quando deixa de ser honesto consigo.

Chave 3: Retidão – Ser correto não depende de uma confirmação do mundo. Trata-se de uma ação determinada pela intuição, que é a voz do seu coração. É ter coragem para ser você mesmo, autêntico e espontâneo, sem recear ser rejeitado pelos outros ou ansiar pela aceitação incondicional. Procure ser íntegro ao ter respeito pelos outros e principalmente por si, pela sua história e pelas suas emoções.

Chave 4: Não-violência – Ter ações altruístas ou sem ego é o segredo. Deixar de ser um canal de maldade e destruição do outro e de si mesmo, a qualquer nível. Na hora de agir, experimente ter em conta os seus próprios desejos e também os de outras pessoas, sem ter em consideração uma contrapartida. Compreenda que a sua felicidade pode residir na felicidade dos outros.

Chave 5: Amor preciso – Procure identificar em que situações e com quem ainda tem dificuldade em ser amoroso. Amar inclui a sinceridade e o desejo de que o outro seja feliz, despertando o potencial adormecido no outro e ser fonte de força para ele acordar. Através desse processo de autoconsciência descobrimos muito sobre nós mesmos e abrimos canais para que o amor flua.

Chave 6: Eu verdadeiro – A mente humana identifica-se com traumas e jogos. Deste modo torna-se necessário passar por um processo de transformação do eu interior, relacionado com os sofrimentos causados por choques de dor infligidos ao longo da vida, principalmente na infância. Este processo de limpeza interior que estabelece relações entre os traumas da infância e os seus modos de ação do presente, impulsiona a descoberta do seu verdadeiro eu.

Chave 7: Doação ao próximo – Dar-se verdadeiramente ao outro, sem máscaras, sem necessidade de agradar ou fazer o que é certo. Quando dá uma parte de si, está a doar aquilo que um dia recebeu e que fez diferença. Se alguém ou algo gerou impacto antes, é possível que possa transmitir isso como forma de retribuição. Lembre-se que doar-se é mais que apenas ceder o que sobra, é dar algo importante, uma experiência, uma lição, uma alegria ou até uma tristeza que já converteu em aprendizagem.

Chave 8: Além das aparências – Passar a ser capaz de ver o outro além das aparências, abrindo-se para o que há de bom no outro e na relação que estabelece com ele. Muitas vezes, pode estar em contextos onde as pessoas se esforçam para aparentar ser algo que não são e vender virtudes. Procure ver para além do que os seus sentidos captam, e procure pela sua essência interna, vivendo em sintonia com ela, ao mesmo tempo que respeita a das outras pessoas.

Durante este processo de descoberta da paz interior, é possível que encontre obstáculos. Aos poucos, vai aprender a identificá-los e removê-los e o começo do novo ano, é uma data ideal para iniciar a sua jornada de organização emocional e paz interior. Para muitos, esse é o momento onde poderão organizar-se para constituir a mudança, aumentar a sua disposição para cumprir objetivos, retomar propósitos, criar novos e reformular e até abandonar ideias.
As promessas de início de ano surgem pela mesma razão que se estimula as pessoas a começarem a dieta numa segunda-feira. Como garantir a continuidade da realização dessas promessas?

Aproveite a energia e predisposição natural desta época e comece por planear o seu ano que será útil, tanto para estipular os novos desafios e como os pretende atingir, como para equilibrar as emoções quando estiver a passar por uma fase de maior tristeza ou stress. Invista na sua organização emocional e procure aplicar as 8 chaves no seu dia-a-dia, como auxílio para encontrar a paz interior.

*Baseado no livro: “Transformar o sofrimento em alegria” de Sri Prem Baba

0 0 vote
Article Rating
Partilhar
Subscrever
Notificação de
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments