As 3 principais perguntas sobre a Fobia Específica

Já lhe aconteceu perante um objeto ou uma situação específica sentir um frio na barriga, comichão em todo o corpo, a sua respiração ficar ofegante, sentir tonturas, suores, dores musculares ou até mesmo perder os sentidos? E quando esses sintomas aparecem evita falar no assunto? Deixa de fazer coisas importantes do seu dia a dia, só para evitar esse objeto ou situação? Se respondeu que sim a alguma destas questões, pode sofrer de uma fobia específica.

  1. Como saber se tem uma fobia específica?
  • Sente medo e ansiedade relativamente a um objeto ou situação específica
  • Esse medo e ansiedade surge imediatamente sempre que pensa, fala ou se depara com objeto ou situação específica
  • Tenta evitar o confronto
  • O medo e a ansiedade que sente são desproporcionais ao seu perigo real
  • Sente um grande sofrimento e alteração no seu funcionamento social e afetivo e profissional
  • Este sintoma já dura há mais de 6 meses
  1. Quais os tipos de fobias mais comuns?
  • Animais: cães, aranhas, insetos
  • Ambiente natural: água, altura
  • Sangue, injeções e ferimentos: agulhas, operações
  • Situacional: avião, elevadores, pontes, hospitais
  1. Como pode superar a fobia específica?
  • Avalie o real perigo do objeto, tente perceber que prova tem que o objeto é perigoso como acha
  • Perceba a origem do medo
  • Planeie, decida e enfrente o medo de uma forma controlada e gradual
  • Procure ajuda especializada

Na Clínica PSIC oferecemos-lhe uma consulta informativa para receber orientações de como a hipnoterapia possibilita a superação da sua fobia específica. Saiba mais sobre a nossa intervenção no tratamento de fobias aqui ou consulte-nos. As nossas consultas podem ser presenciais ou à distância (online).

 

0 0 vote
Article Rating
Partilhar
Subscrever
Notificação de
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments