Mensagem Final

Ao longo destas cinco semanas pudemos experimentar práticas que ajudam a fazer diferença na nossa autoestima.

A história que vou contar pode ser sua conhecida ou não, mas de certeza que irá reconhecer-se nela.

Escute-a.

Partilhar

Atividade Física

Caminhe para aumentar a autoestima

Ter uma vida equilibrada é indispensável para assumir o domínio da sua vida. A atividade física é uma grande aliada no plano para aumentar a autoestima.

Sem tempo para fazer exercício físico?

As nossas rotinas diárias servem como desculpa para a inatividade e sedentarismo. O dia tem vinte e quatro horas para mim, mas para si também.

Ir ao ginásio está fora de questão? Então, use a sua rotina em seu benefício para se mexer.

Considere as coisas simples, são elas que fazem a diferença!

Partilhar

Alimento Emocional: vídeo

Partilhar

O Sono

A qualidade de uma boa noite de sono determina a qualidade do nosso dia. Se refletirmos sobre isto vamos perceber que a longo prazo a nossa qualidade de vida é determinada pelos hábitos que mantemos.

Uma boa noite de sono ajuda a prevenir doenças e restabelece as nossas capacidades mentais.

Vai também sentir-se melhor e o seu dia será mais positivo. Isto fará diferença na sua autoestima.

Lembre-se que mudar padrões exige persistência, por isso não desista, insista.

Partilhar

O Banho

 

Cuidar de nós mesmos afetuosamente pode parecer exigir recursos que pensamos inacessíveis. Nós temos recursos e oportunidades ao nosso alcance que nos passam despercebidos e são ignorados.

O banho é o momento em que estamos connosco, porque não beneficiar dele em nosso proveito?

Cuidar de nós afetuosamente deve fazer parte da nossa rotina diária.

Experimente durante esta semana cuidar do seu corpo com afeto e aproveite para fazer uma limpeza emocional.

Siga estas orientações e aplique-as no momento em que estiver a tomar banho.

Sinta a água morna e agradável cair sobre si. Permita-se relaxar. Enquanto a água cai imagine que essa água leva as emoções negativas do dia.

Permita que essa água leve embora a culpa, raiva, medo, insegurança, tristeza, autocrítica…

Deixe que essa água leve também os desconfortos físicos: cansaço, dor, mau estar, indisposição…

No final limpe-se com uma toalha macia e de forma suave…

Abençoe e agradeça ao seu corpo…

Fique atento à reação do seu corpo e registe mentalmente. Perceba a diferença.

Partilhar

Consciencialização

O nosso dia-a-dia é pautado pela correria. Temos o tempo contado para todos os nossos afazeres e as vinte e quatro horas parecem não ser suficientes. Não resta tempo para nada, pensamos nós. Até que um dia acordamos e já nem temos a certeza de quem somos. Olhamos ao espelho e a pessoa que vemos é a lembrança de alguém que conhecemos vagamente.

Por alguns minutos olhemos para a pessoa que está à nossa frente no espelho.

Este exercício vai permitir tomar consciência do seu valor pessoal, qualidades e limitações.

Partilhar

Quer Assumir o Domínio da Sua Vida

Resoluções de Ano Novo?

Com o aproximar de um novo ano reafirmamos os nossos desejos: perder peso, deixar de fumar, trocar de emprego ou de casa.

Sabia que a maioria das resoluções de Ano Novo não chega a ser concretizada?

Estabelecer um Plano de Ação ajuda a nortear o rumo que queremos traçar para atingir o nosso objetivo.

Plano de Ação:

1º TOME CONSCIÊNCIA

Tem consciência do seu valor pessoal, qualidades e limitações?

2º INVISTA EM SI

Tem por hábito tratar-se afetuosamente?

3º ADQUIRA OS RECURSOS

Não sabe por onde começar?

4º META E OBJETIVOS

Defina o momento para iniciar este programa.

5º PONHA EM PRÁTICA

Praticar todos os dias para consolidar os novos hábitos.

Preparado? Preparada?

Acompanhe-nos durante as próximas seis semanas.

Partilhar

Passo 6 – O Presente

Partilhar

Passo 5 – Liberte-se do Lixo Emocional: vídeo

Sente cansaço e falta de agilidade?

Experimenta emoções e sentimentos negativos?

Quer libertar-se deles?

Substitua o lixo físico e emocional e adquira o bem-estar do corpo e da mente.

Partilhar

Passo 4 – Limpar o lixo mental

Ao deitar-se a sua mente continua com aquela tagarelice mental que a impede de adormecer?

A privação do sono desgasta a nossa capacidade normal para lidar com as dificuldades e desafios do cotidiano, aumentando o ciclo de stresse e de desgaste. A frustração e os sentimentos devastados torna-nos menos capazes e menos eficazes no nosso dia-a-dia e interfere diretamente na nossa autoestima.

Partilhar