Estes são os 6 motivos para deixar de fumar

Sabemos que o tabaco cria dependência. Momentaneamente provoca euforia e prazer, o que atua como reforço positivo induzindo à repetição cada vez mais frequente do ato de fumar.  Para além disso, dá a ilusão de relaxamento, o que diminui a ansiedade e para algumas pessoas, é também um elemento mediador e facilitador no convívio social.

Reconhece estes benefícios? Se sim, possivelmente faz parte da categoria de fumadores. No entanto, os benefícios do tabaco são dramaticamente inferiores às suas consequências!

Deixamos-lhe 6 grandes motivos para deixar de fumar:

  1. Saúde: os níveis de monóxido de carbono no organismo baixam e os de oxigénio aumentam; melhora a circulação; diminuiu o risco de doenças cardiovasculares e de cancro;
  2. Vida sexual: a líbido aumenta e melhora o desempenho sexual;
  3. Boca sã: melhora o hálito, o paladar e reduz problemas dentários;
  4. Aparência: reduz o envelhecimento precoce e a celulite;
  5. Vitalidade: vai sentir-se menos cansado e conseguirá realizar atividades que antes eram um impedimento;
  6. Mais vida: um não fumador vive, em média, mais 10 anos do que um fumador.

Quer deixar de fumar, mas não sabe como? Já fez algumas tentativas, mas acaba por recair no tabaco? A clínica PSIC – Psicologia Integrada possui um programa anti tabagismo especialmente pensado para si: o programa Deixar de Fumar! Saiba como podemos ajudá-lo em apenas três passos. Contacte-nos para marcar uma consulta informativa gratuita. As nossas consultas podem ser presenciais ou à distância (online).

Partilhar

Hipnose – a estratégia certa para Deixar de Fumar (de vez!)

É fumador? Sente que este vício lhe está a roubar hábitos de vida saudáveis? Tem receio das consequências que este vício pode trazer para a sua saúde? Sente que ser fumador está a trazer muitos gastos diretos e indiretos para a sua vida? Já alguma vez tentou deixar de fumar?

Sabia que através da hipnose consegue deixar de fumar com apenas uma consulta?

O nosso Programa Deixar de Fumar tem uma taxa de sucesso acima de 85% e apresenta 3 etapas:

    • Uma entrevista informativa prévia, grátis e sem compromisso, com duração breve;
    • Uma consulta de hipnoterapia, com a duração de 3 horas;
    • Uma sessão de follow-up após 21 dias da sessão de hipnoterapia.

Com este programa pode extinguir o desejo de fumar, prevenindo as recaídas, ansiedade, depressão e alterações de humor. Comece hoje mesmo a cuidar da sua saúde e melhore a sua qualidade de vida! Saiba mais no nosso website e marque a sua consulta informativa gratuita. As nossas consultas podem ser presenciais ou à distância (online).

Partilhar

6 Dicas para ajudar alguém a superar os sintomas de privação do tabaco

É importante que não minimize ou ridicularize a situação, porque a verdade é que é difícil deixar de fumar.
1. Dê-lhe atenção – irá ajudar bastante. Normalmente, existe uma tendência ao esquecimento de tal conquista (deixar de fumar), por isso vá elogiando, aplaudindo e reforçando de forma positiva a sua força de vontade e coragem.
2. É provável que a pessoa deixe de falar sobre fumar ou sobre o cigarros. Será que já se esqueceu? Não tenha medo de falar sobre o assunto, geralmente o que acontece é que esse assunto está bastante presente na mente do ex-fumador, por isso continue a elogiar, mais tarde ou mais cedo ele irá dizer-lhe se quer ou não quer falar sobre esse tema.
3. Tente proporcionar momentos para aliviar o stresse ou fazer atividades interessantes e agradáveis.
4. Para si – não-fumador – este período também é difícil. O seu amigo ou familiar irá andar mais irritado e isso também o irá afetar a si. Lembre-se é nesta altura que ele precisa mais de si, seja forte e não se mostre irritável.
5. Sim, irá haver birras na esperança que que ceda ao sofrimento dele e lhe diga para fumar. Neste momento, continue a reforçar positivamente a coragem dele, reforce que ele em breve irá conseguir ver-se livre de todo esse sofrimento e que a opção que tomou foi ótima a todos os níveis.

A PSIC, também poderá ajudar o seu amigo ou familiar a ultrapassar este período difícil, com a hipnose irá quebrar-se o condicionamento do ato de fumar eliminando o automatismo do corpo para este comportamento. Saiba como aqui ou contacte-nos para mais informações.

 

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Se é estudante, está desempregado ou numa situação económica fragilizada, saiba como usufruir de preços ajustados à sua realidade em psic.com.pt/prosocial

Jatir Schmitt- Psicóloga Clínica

Partilhar

6 formas de ajudar alguém a deixar de fumar

1 – Tente colocar-se no lugar desse seu amigo ou familiar fumador.
2 – Não o force ou tente com que ele pare de fumar, dizendo que está a prejudicar a sua saúde e a gastar dinheiro. Acredite, ele já sabe isso!
3 – O seu amigo ou familiar fumador não fuma porque quer ou porque gosta. Os fumadores fazem-no porque se sentem dependentes do tabaco, porque pensam que o cigarro os relaxa e que lhes dá coragem, confiança e poder.
4 – Se tentar forçar o seu amigo ou familiar a deixar de fumar pode torná-lo num fumador secreto, a transgressão torna o cigarro ainda mais apetecível para ele.
5 – Incentive-o a passar mais tempo na companhia de ex-fumadores e faça com que eles lhe digam como foi a experiência de para de fumar, porque também eles pensaram que seriam dependentes do cigarro a vida toda;
6 – Procure que ele passe mais tempo na companhia de pessoas que nunca tiveram a necessidade de fumar. Peça-lhe para que analise essas pessoas nos momentos em que, para ele era automático colocar um cigarro à boca (ex: depois do café, saídas à noite, etc…).

Com estas 6 dicas simples, irá conseguir que o seu amigo ou familiar aos poucos e poucos comece a acreditar que pode parar e mudar a sua mente. Que pode e irá conseguir parar de fumar. Saiba que a PSIC continuará a dedicar-se a este tema e como pode ajudar.

Aguarde a próxima publicação, onde iremos dar-lhe algumas dicas para ajudar o seu amigo ou familiar a superar os sintomas de privação do tabaco.

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Se é estudante, está desempregado ou numa situação económica fragilizada, saiba como usufruir de preços ajustados à sua realidade em psic.com.pt/prosocial

 

Partilhar

Substitutos do cigarro

É bastante fácil fazer uma lista extensa dos substitutos do cigarro: pastilhas elásticas, doces, rebuçados de mentol, cigarros sem nicotina, cigarro eletrónico e tantos outros…

Na realidade, todos estas “bengalas” dificultam o processo para deixar de fumar. Ao usá-las estará a dizer a si próprio que precisa de fumar ou de preencher o vazio, mascarado cigarro. Sendo que o único efeito de todos estes substitutos é mantê-lo fixado.

É importante que perceba e compreenda o seguinte:

  1. O seu corpo não precisa de nicotina;
  2. Não se engane. A nicotina não preenche vazio algum.

Saiba que pode deixar de fumar por hipnose, trabalhando a causa da motivação do hábito de fumar, extinguindo o comportamento de fumador e os aspetos emocionais associados.

 

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Se é estudante, está desempregado ou numa situação económica fragilizada, saiba como usufruir de preços ajustados à sua realidade em psic.com.pt/prosocial

Equipa PSIC

Partilhar

5 mandamentos do ex-fumador

Como ex-fumador(a) sigo novos mandamentos, os mandamentos do ex-fumador(a):

  1. Evito sempre o primeiro cigarro!
  2. Pratico atividade física para um melhor funcionamento do meu organismo, preferencialmente ao ar livre. O ar livre é muito melhor que o fumo do cigarro.
  3. Livrei-me do cheiro a tabaco. Agora todos os meus utensílios, a minha casa, a minha roupa, o meu cabelo já não cheiram a tabaco. Cheiram bem melhor!
  4. Aprendi a acalmar-me recorrendo a novas estratégias, como a respiração, novos hobbies e o convívio social.
  5. Cuido do meu coração, dos meus pulmões e do meu cérebro. Eles são únicos para mim!

Veja outras ideias para manter a sua decisão de deixar de fumar no nosso artigo Mudança de rotinas – 1º passo para deixar de fumar (link para https://www.psic.com.pt/mudanca-de-rotinas-1-passo-para-deixar-de-fumar/)

 

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Se é estudante, está desempregado ou numa situação económica fragilizada, saiba como usufruir de preços ajustados à sua realidade em  psic.com.pt/prosocial

 Equipa PSIC

Partilhar

“Sou muito novo e quero viver muitos anos” – um testemunho sobre deixar de fumar

Júlio tem 25 anos, é estudante e procurou a PSIC porque pretendia deixar de ser fumador. Começou a fumar aos 15 anos com um amigo que lhe ofereceu um cigarro. Durante algum tempo, apenas fumava em situações de convívio, mas desde que entrou para a faculdade o número de cigarros começou a aumentar. Além de agora ir a mais festas, Júlio conta que “tenho tanto para estudar que, às vezes, fumo mais do que um maço por dia, parece que ajuda a fluir.”

Nos últimos meses, alguns amigos do Júlio decidiram que iam parar de fumar e um deles até o fez recorrendo ao tratamento por hipnose da PSIC. Ao ver o sucesso do amigo, o Júlio decidiu que também queria deixar de fumar “sou muito novo e quero viver muitos anos, também não gosto do cheiro a tabaco e gasto muito dinheiro”. Optou então pelo mesmo método, visto que não tem efeitos secundários e é rápido.

Hoje, Júlio está livre do tabaco e sente-se mais seguro e autoconfiante.

Entre os fumadores portugueses existem muitos jovens. Saiba que quanto mais cedo se livrar deste vício, maior é a probabilidade de viver uma vida longa e saudável.

 

O bem-estar mental é um direito que deve estar ao alcance financeiro de todos. Saiba como em psic.com.pt/prosocial

 

Partilhar

Eles fumam, nós fumamos

O fumo passivo corresponde ao fumo produzido pelo cigarro aceso, bem como o fumo exalado pelo fumador.

O não fumador exposto ao fumo passivo, mesmo que por curtos períodos de tempo, pode apresentar: irritação dos olhos, dor de cabeça, tosse, dor de garganta ou enjoo.

Contudo, os malefícios desta exposição podem ser bem mais graves: cancro de pulmão, doenças cardíacas, infeções respiratórias, agravamento de alergias e aumento do risco de complicações ao longo da gravidez.

Se é fumador, já parou para pensar que pode estar a prejudicar a saúde de quem mais gosta? Nunca é tarde para deixar de fumar, saiba como podemos ajudá-lo em: https://www.psic.com.pt/intervecao-tabagismo/.

 

Partilhar

Mudança de rotinas – 1º passo para deixar de fumar

 

Se uma das suas resoluções de 2017 é deixar de fumar, já deve ter reparado como esse hábito se enraizou na sua rotina diária, o que pode dificultar o sucesso desta resolução. Para começar, faça uma lista das situações em que é mais usual fumar e, de seguida, tente substituir esse hábito por outra rotina mais saudável. Aqui ficam alguns exemplos:

  • Coma várias vezes ao dia – experimente comer pequenas quantidades de alimentos como frutas, frutos secos sem sal ou até pastilhas elásticas sem açúcar;
  • Lave os dentes a seguir às refeições ou café – é comum ter vontade de fumar após uma destas situações, ao lavar os dentes elimina esta associação;
  • Limpe o meio ambiente – livre-se de tudo o que está relacionado com o tabaco, isqueiros, cinzeiro, cigarrilhas;
  • Elimine o odor – lave as suas roupas e as roupas de casa para voltar a sentir um odor fresco e limpo;
  • Pratique exercício físico – escolha uma atividade de que goste e pratique, é um bom antidepressivo e ansiolítico natural;
  • Guarde mensalmente o dinheiro que gastaria em tabaco – utilize esse valor para investir em alguma atividade que lhe dê prazer.

 

 

Partilhar

Deixar de fumar e renascer

 

A Joana tem 48 anos e após 30 anos como fumadora decidiu parar de fumar. Até este momento, o cigarro era o seu companheiro de todas as horas: antes de tomar o pequeno-almoço, após as refeições, a seguir ao café, em momentos de maior stresse no trabalho ou na família, em momentos de convívio social e sempre que se sentia sozinha. Havia alturas em que fumava mais do que um maço de tabaco por dia. A Joana já tinha tentado deixar de fumar através de outros métodos que não a hipnose, porém a tristeza pela perda e o vício impediram-na de continuar longe do tabaco.

Foi com a hipnose que se despediu do último cigarro há mais de um ano e hoje vive uma nova etapa na sua vida “um reaprender, um renascer, posso até dizer um novo ser!”. Sente-se mais bonita, com um aspeto rejuvenescido, a sua pele e cabelo estão mais saudáveis, retomou a sua atividade desportiva, não se cansa com tanta facilidade e sente-se mais autoconfiante.

A história da Joana pode ser a sua. Apesar do processo para deixar de fumar poder ser um caminho com alguns obstáculos, é possível, tal como a Joana, vir a tornar-se num orgulhoso Ex-Fumador.

 

Partilhar