Como eliminar os pensamentos negativos

Sente-se triste e não consegue parar este tipo de pensamentos:
– O que vão pensar de mim?
– Podia ter feito melhor…
– Só acontece comigo!
– As pessoas são todas iguais!
– É sempre a mesma coisa!

Quando os pensamentos negativos dominam o seu dia-a-dia, a sua vida bloqueia, a tristeza perdura e o negativismo instala-se. Gostaria de mudar este estado de espírito? Leia com atenção esta sábia história:

Certo dia, o velho Mestre pediu a um jovem triste que colocasse uma mão cheia de sal num copo de água e que depois o bebesse.
– Qual é o gosto? – perguntou o Mestre.
– Mau – disse o jovem sem pensar duas vezes.
O Mestre sorriu, e então pediu ao jovem que pegasse noutra mão cheia de sal e fosse com ele ao lago. Os dois caminharam em silêncio e, quando chegaram, o Mestre pediu ao jovem para deitar o sal ao lago. O jovem assim o fez. Logo após o velho Mestre disse:
– Beba um pouco dessa água.
O jovem bebeu e enquanto a água escorria do seu queixo, o Mestre perguntou:
– Qual é o gosto?
– Bom! – disse o jovem sem pestanejar.
– Consegue sentir o gosto do sal? – perguntou o Mestre.
– Não – disse o jovem.
O Mestre então sentou-se ao lado do jovem, pegou nas suas mãos e disse:
– A dor na vida de uma pessoa não muda. Mas o sabor da dor depende de onde a colocamos. Quando sentir dor, a única coisa que deve fazer é aumentar o sentido de tudo o que está à sua volta. É dar mais valor ao que você tem do que ao que perdeu. Noutras palavras: é deixar de ser copo, para tornar-se um lago.”

Siga os conselhos do velho Mestre e elimine os pensamentos negativos. Veja este pequeno exercício:
– Perceba o que o entristece. Identifique os pensamentos negativos que surgem, sinta e ouça-os com atenção.
– Comece por desligar-se do mundo, respire fundo e imagine que é um lindo lago, onde dissolve os pensamentos negativos na imensidão da sua água limpa. Sinta a sensação de frescura e de clareza mental.  É um momento especial, a sós consigo próprio, a flutuar no lago dos bons pensamentos.
– Uma pequena pausa como esta, muda o foco, limpa a mente e acalma o coração.

A autoajuda pode ser um começo para aliviar o seu sofrimento e tomar consciência. Mas por vezes, os conselhos e as dicas não são o suficiente. A sua tristeza e sofrimento podem ter causas mais profundas. Se está com dificuldades em lidar com estes pensamentos, este é o momento certo para procurar ajuda profissional. A intervenção de um psicólogo pode ajudar. Saiba como podemos ajudar através da marcação de uma consulta informativa gratuita. As nossas consultas podem ser presenciais ou à distância (online).

0 0 vote
Article Rating
Partilhar
Subscrever
Notificação de
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments