Blog

O nosso dia-a-dia é pautado pela correria. Temos o tempo contado para todos os nossos afazeres e as vinte e quatro horas parecem não ser suficientes. Não resta tempo para nada, pensamos nós. Até que um dia acordamos e já nem temos a certeza de quem somos. Olhamos ao espelho e a pessoa que vemos é a lembrança de alguém que conhecemos vagamente.

Por alguns minutos olhemos para a pessoa que está à nossa frente no espelho.

Este exercício vai permitir tomar consciência do seu valor pessoal, qualidades e limitações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fechar