https://www.psic.com.pt/

Blog

insatisfacao cronica

Costumam-lhe dizer que nunca está satisfeito? Ou que se está sempre a queixar? Há pessoas que repousam na infelicidade, num estado de descontentamento e desânimo permanente que as impede de desfrutar o momento presente e aproveitar o lado bom da vida. Para alguns, o caminho mais fácil é permanecer na melancolia, nos questionamentos “Se eu pudesse” ou “Só acontece comigo” que o tornam incapaz de progredir. Mas lembre-se, o caminho mais fácil, nem sempre é o mais curto.

 

A sociedade moderna aceita que os tempos mudaram para muitas coisas, mas ainda se cobra ao ritmo de vida das gerações passadas. Existe uma pressão associada à idade quando o assunto é a carreira, o poder económico, as relações amorosas, como se um número definisse um tempo: 20, 30, 40 anos… e agora?

 

A vida não é uma corrida contra o tempo, está tudo bem em mudar de área profissional, encontrar um novo amor, ir atrás dos seus sonhos em qualquer idade. Situações como estas precisam de ser normalizadas para evitar a insatisfação crónica.

Quais os sintomas da insatisfação crónica?

  • Queixa constante
  • Procura pela perfeição
  • Autocrítica e/ou crítica com os outros
  • Definição de metas irreais
  • Intolerância ao fracasso
  • Baixa tolerância à frustração

Quais os passos para a satisfação crónica?

  • Estabelecer metas realistas e com significado pessoal
  • Focar no essencial
  • Minimizar os problemas
  • Celebrar os progressos
  • Colocar amor em tudo o que faz
  • Praticar a gratidão

 

A melhor forma de sair desse estado de insatisfação permanente é procurar apoio psicológico. Na PSIC podemos ajudar a mudar a sua vida ao identificar os fatores emocionais e reconhecer os padrões disfuncionais e limitantes, assim como ajudá-lo a promover estratégias adaptativas para a resolução de problemas e obter uma maior capacidade de gestão de situações adversas e das suas emoções. Saiba mais sobre o nosso Programa Intensivo Detox Emocional aqui ou marque uma consulta informativa gratuita.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fechar