Blog

post_depressaoA depressão pode levá-lo para o bosque mais profundo da sua alma, mas também pode ajudá-lo a limpar as ervas daninhas desnecessárias e os arbustos que podem estar a impedi-lo de ver a beleza da vida.”

Também se sente no bosque mais profundo da sua alma?

A tristeza é uma emoção adaptativa que ocorre em resposta a um acontecimento de vida negativo, normalmente representativo de uma perda. Pode ser causada por situações traumáticas como a perda de um ente querido, perda de emprego, fim de uma relação, doença crónica e também pode ser aprendida ao longo da vida, passando muitas vezes despercebida. Implica uma necessidade de se recolher e ser acolhido pelos outros, sendo uma forma de poupar energia para conseguir gerir e guardar recursos para o futuro.

Esta condição é uma resposta universal e a capacidade para a experienciar é saudável. Quando o sentimento de tristeza profundo se prolonga no tempo, ou quando somos incapazes de o sentir, podemos estar perante um quadro de depressão. Esta circunstância prejudica o funcionamento e afeta negativamente o modo como se sente, pensa e age.

Se se encontra neste estado, pode notar que ocorreram várias mudanças a nível físico, emocional e comportamental, tais como:

  • Perda de interesse e prazer na maioria das atividades
  • Fadiga ou perda de energia
  • Lentificação motora
  • Insónia ou hipersónia
  • Diminuição da líbido
  • Perda e aumento de peso não relacionados com dieta
  • Agitação e/ou irritabilidade
  • Sentimentos de inutilidade ou culpa excessivos
  • Crises de choro
  • Sensação de vazio
  • Dificuldade em raciocinar/concentrar-se ou tomar decisões
  • Pensamentos recorrentes acerca da morte/suicídio ou tentativas de suicídio
  • Tendência para o isolamento
  • Sentimento de desesperança em relação ao futuro

Durante muito tempo, a depressão foi uma condição mal compreendida que levou à estigmatização daqueles que sofrem com ela. Estar deprimido não é sinónimo de ser preguiçoso, mentalmente fraco ou de não conseguir lidar com os problemas. Todos estes sintomas são reais, a pessoa não quer estar deprimida, apenas necessita de ajuda para se libertar das amarras da depressão.

Este estado pode ser encarado como um período da vida de recolhimento consigo próprio que o leva a refletir acerca de questões sobre as quais, de outro modo, não refletiria. Isto permite que ganhe um maior (auto) conhecimento e fique mais fortalecido. Toda a crise é uma oportunidade de crescimento.

Se se sente assim ou conhece alguém que está a passar por um momento idêntico, não se isole, rodeie-se por aqueles que ama, mantenha actividades agradáveis no seu dia-a-dia e, caso sinta que o deve fazer, procure ajuda profissional.

A terapia é um recurso que pode auxiliá-lo a limpar as ervas daninhas e arbustos que o impedem de ver e usufruir da beleza da vida, fornecendo condições para que possa cultivar e manter a sua alegria e paz interior.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fechar