Blog

O “Tolo” que era Sábio

Todos os dias um mendigo ia pedir esmola para a feira, e as pessoas adoravam vê-lo a fazer papel de tolo, com o seguinte truque: mostravam duas moedas, uma com o valor superior à outra. O mendigo escolhia sempre a moeda com o valor menor. A história foi-se espalhando por toda a região. Dia após dia, grupos de homens e mulheres mostravam as duas moedas, porém o mendigo escolhia a que tinha o menor valor. Até que apareceu um senhor generoso, cansado de ver o mendigo a ser ridicularizado daquela maneira. Chamou-o a um canto da praça, e disse:
– Sempre que lhe oferecerem duas moedas escolha a maior. Assim, terá mais dinheiro e não será considerado idiota pelos outros.
O mendigo respondeu:
– O senhor parece ter razão, mas se eu escolher a moeda maior, as pessoas vão deixar de me oferecer dinheiro, para provar que sou mais tolo que elas. O senhor não sabe quanto dinheiro já ganhei, através deste truque. Não há nada de errado em se fazer passar por tolo, se na verdade o que está a fazer é inteligente. Às vezes, é de muita sabedoria fazermo-nos passar por tolos e é muito melhor passar por tolo e ser inteligente do que ter inteligência e usá-la para fazer parvoíces.

“Os sábios não dizem o que sabem, os tolos não sabem o que dizem!”

Autor Desconhecido

 

Com este conto reflita: quantas vezes fechou os olhos e fingiu não perceber? Será que foi tolo ou simplesmente sábio? Saber quando devemos confrontar outras pessoas ou provar que somos capazes, inteligentes e sábios é uma ferramenta essencial para o nosso equilíbrio emocional.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fechar