Porque deixam os homens crescer a barba em novembro?

O que é o Dia Internacional do Homem?

Este evento internacional foi iniciado por Jerome Teelucksingh, com o apoio da Organização das Nações Unidas e vários grupos de defesa dos direitos masculinos da Europa, América do Norte, África e Ásia. Está diretamente ligado ao “Movember”, um evento mundial que se realiza todos os anos em Novembro. Neste mês, os homens deixam crescer a barba com o intuito de alertar a sociedade para os problemas de saúde masculinos, incluindo os do foro mental.

 

Quais os objetivos do Dia Internacional do Homem?

Estes são alguns dos objetivos que se pretendem promover na comunidade masculina neste dia:

  • melhorar a saúde física e psicológica
  • melhorar as relações entre os géneros
  • destacar papéis positivos dos homens
  • promover a igualdade entre géneros

 

Qual o tema principal do Dia Internacional do Homem?

De todos os pontos acima referidos, aquele que assume um papel principal é a saúde pois, este movimento nasceu devido à tendência do homem em evitar procurar ajuda para doenças em geral, e em específico para as de foro mental.

Para melhor entendermos esta tendência, devemos recuar um pouco no tempo pois, os papéis de género estereotipados de séculos passados, ainda têm relevância hoje. Estes papéis definem gestos, comportamentos e atitudes que levam os homens a apresentar resistência em procurar ajuda e dificuldade em falar das suas próprias emoções e sentimentos, acreditando que isso demonstrará sinal de fraqueza. Esta perceção de fraqueza está ligada às crenças enraizadas do tipo “homens não choram”. Como resultado, os meninos e homens aprenderam a conter as suas emoções pois “ele não pode chorar, não pode pedir ajuda, nem pode demonstrar fragilidade”.

É cada vez mais importante incentivar os homens a falar sobre as suas emoções, a aprender a reconhecer os seus sentimentos e romper o silêncio, evitando a postura de recolhimento e abraçando outras atitudes face à saúde e aos papéis sociais, uma vez que as consequências desse recolhimento e, consequente marginalização masculina devido ao esforço em manter uma postura inabalável, são desastrosas.

 

Quais as consequências do recolhimento emocional masculino?

Alguns homens, inconscientes da importância de viverem e exprimirem de forma correta as suas emoções, acabam por desenvolver mecanismos de fuga como o consumo de álcool e outras drogas. Isto acontece porque desde sempre são encorajados a agir de maneira a exteriorizar o seu stress elevado e isso pode apresentar ligações com comportamentos antissociais, uso de substâncias e suicídio.

De acordo com o estudo de 2018 do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, os homens são mais propensos a morrer por suicídio do que as mulheres. Desta forma, também são os homens que apresentam maiores taxas de ideação suicida.

 

Quais as exigências que colaboram para o desequilíbrio emocional masculino?

As doenças podem-se manifestar em maior ou menor grau de acordo com a fase em que o homem se encontre e das exigências que tem de enfrentar. As exigências podem incluir:

  • Pressão no trabalho
  • Procura de estabilidade financeira
  • Responsabilidades familiares
  • Parentalidade
  • Relações amorosas

Estas demandas do quotidiano e a “masculinidade tradicional” têm tido um grande impacto na saúde masculina, por exemplo, perder o emprego pode ser mais severo e impactante para muitos homens devido à ideia de homem “provedor do lar”.

 

Qual a importância do Dia Internacional do Homem para a saúde mental masculina?

É com base em tudo isto que o Dia Internacional do Homem se tornou um evento importante para dar início à discussão sobre as fragilidades e fortalezas do homem.  Este dia alerta para a necessidade de incrementar os cuidados de saúde física e mental e ressalta que ser homem é mais do que seguir padrões estereotipados impostos pela sociedade. Ser homem é ser pessoa e poder expressar as suas emoções, reconhecer as suas responsabilidades, assumir os seus atos e, acima de tudo, ter respeito por si mesmo.

 Uma das maneiras para iniciar esta jornada de conquista do respeito pela saúde masculina é começar a trabalhar sobre as emoções do homem com vista a promover o desenvolvimento pessoal, para que possam utilizar da melhor maneira possível os seus recursos que durante tanto tempo estiveram retraídos.

A PSIC acredita que intervir para ativar os recursos naturais retidos é uma boa forma de ressignificar vivências e mudar a postura perante os aspetos que possam causar desconforto ou que interfiram nas suas relações. Lembre-se que construir a autonomia emocional implica investimento, principalmente quando, até então, o trabalho foi invertido.

0 0 vote
Article Rating
Partilhar
Subscrever
Notificação de
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments