Não consegue emagrecer? Estes são os 5 inimigos do emagrecimento!

  • Não se sente preparado psicologicamente
    O seu objetivo tem sido emagrecer o mais depressa possível. Tem realizado várias tentativas, com diferentes métodos, mas tem dificuldade em seguir um plano de reeducação dos hábitos alimentares e sente-se incapaz de atingir os seus objetivos de perda de peso. Reconhece esta história? A chave para alcançar o sucesso é também investir na desintoxicação emocional, no seu autoconhecimento e desenvolvimento pessoal. Gerir as suas emoções, mudar os comportamentos indesejados e fortalecer a sua autoconfiança é fundamental!
  • A mudança assusta-o
    Emagrecer pode gerar implicações a nível emocional e físico, introduzindo emoções como o medo de enfrentar aquilo que é novo: novos hábitos alimentares, novo corpo, novo guarda-roupa e um novo espaço. A consciência dessas mudanças permite-lhe ultrapassar as dificuldades e afastar os seus receios. Defina objetivos curtos, encare-os e entre em ação!
  • Utiliza a comida como refúgio
    Quando existem períodos de maior desconforto, baixa autoestima e insegurança, raiva, revolta, vazio ou períodos de maior stress, é comum a alimentação tornar-se num refúgio inconsciente, provocando um descontrolo alimentar. É importante criar novas estratégias como praticar atividades físicas, investir em hobbies ou em algo que goste que o permita abstrair-se e que sejam benéficos para si.
  • Sente falta de apoio
    Deseja muito reduzir o seu peso, mas sozinho sente grandes dificuldades em atingir este objetivo. Envolva as pessoas que estão na sua rede de suporte: familiares, amigos próximos e colegas de trabalho. Torne-os seus aliados! Ter o apoio daqueles que nos são próximos é fundamental para nos mantermos resilientes. A ajuda psicológica também é importante neste processo. Ter um acompanhamento personalizado potencia o seu emagrecimento.
  • É pouco paciente
    Às refeições, exercite a paciência, mantenha-se concentrado, alimente-se lentamente e saboreie cada alimento. Desligue as distrações externas como a televisão e o telemóvel que poderão levá-lo a comer rápido e mais do que o pretendido. Escolha alimentos que o satisfaçam e sejam nutricionalmente saudáveis, ricos em proteínas e fibras elevadas, ajudando-o a sentir-se satisfeito durante mais tempo e com maior disposição emocional. Saiba que a paciência é uma das chaves ao longo do processo de emagrecimento e manutenção do peso desejado.

Na maioria dos processos de redução de peso, os impedimentos mentais e emocionais são ignorados. Se não está a conseguir gerir estas situações procure ajuda, já que todas têm solução.

Saiba mais sobre como podemos ajudar através do nosso site ou contacte-nos para marcar uma consulta informativa gratuita.. As nossas consultas podem ser presenciais ou à distância (online).

Partilhar

Sabia que pode ser uma vítima do assédio alimentar?

O excesso de peso e a obesidade têm vindo a aumentar significativamente em todo o mundo. Cada vez há mais expectativas criadas em torno da imagem ideal a alcançar, o que pode provocar grande sofrimento nas pessoas com excesso de peso.

Os interesses da indústria e o acesso facilitado aos alimentos processados e pouco nutritivos (embora saborosos) contribuem para a epidemia do excesso de peso. O sentimento de impotência diante do assédio alimentar é determinante para o agravamento dos comportamentos alimentares disfuncionais.

Em muitos casos, o excesso de peso, surge acompanhado de fatores psicológicos como:

    • Passividade e/ou submissão
    • Preocupação excessiva com a comida
    • Ingestão compulsiva de alimentos
    • Dependência
    • Comodismo
    • Não-aceitação da imagem corporal
    • Sentimento de desamor e de rejeição
    • Dificuldades de adaptação social
    • Frustração
    • Desamparo e/ou insegurança
    • Intolerância
    • Culpa

A combinação destes fatores psicológicos em conjunto com o assédio alimentar torna-o refém da doença da obesidade.

Se se identificou com algumas destas caraterísticas, poderá estar a comprometer a sua qualidade de vida. Tome a decisão de cuidar de si! Procure a nossa ajuda para o auxiliarmos a superar os problemas emocionais subjacentes à obesidade e/ou para conseguir vencer a luta contra o excesso de peso. Saiba como aqui.

Contacte-nos para marcar uma consulta informativa gratuita.. As nossas consultas podem ser presenciais ou à distância (online).

Partilhar