Blog

Teste: está a cometer um crime contra a sua saúde emocional?

Cometer um crime é para si impensável? É alguém com valores e princípios e que nunca faria nada para se prejudicar a si próprio ou a terceiros? Pense um pouco sobre o seu dia-a-dia e responda a este pequeno teste.

 

Teste: está a cometer um crime contra a sua saúde emocional?

  1. Alimento-me de forma equilibrada e saudável?
  2. Crio condições para ter um sono tranquilo e reparador?
  3. Pratico exercício físico regularmente?
  4. Cuido da minha espiritualidade?
  5. Para além do trabalho, tenho tempo para a minha família e amigos?
  6. Reservo parte do meu tempo para fazer algo que gosto?

 

As perguntas podiam ser infinitas. Se respondeu “não” a, pelo menos, uma destas questões, saiba que está a cometer um crime. Ao descuidar-se consigo e com a sua saúde comete um crime contra a sua saúde emocional e está a comprometer o seu único e verdadeiro bem – a sua vida.

 

Não acredita? Reveja que código penal considera crime e verifique como está a tratar a sua saúde emocional*:

  • Causa-efeito – o mal-estar que resulta do adoecer, apenas é atribuível a quem o causou. Por ação ou omissão, poderá estar a prejudicar a sua saúde emocional.
  • Omissão – quando ignora a possibilidade de agir e prevenir o comprometimento da saúde, estando consciente dos riscos que o seu comportamento acarreta à sua saúde emocional.

O tipo de crime pode ser:

  • Doloso – se age de forma livre e espontânea, sabe que é errado e assume o risco. Por exemplo: “Sei que fumar faz mal à saúde. Fumo porque quero!”;
  • Culposo – contribui para o adoecer por imprudência (por exemplo, passar o sinal vermelho); negligência (por exemplo, desleixar-se com os deveres para o seu bem-estar) ou imperícia (por exemplo, automedicar-se sem capacitação profissional).
  • Omissão de socorro – ignora os avisos que o seu corpo lhe dá e adia sempre as questões relacionadas com o cuidado da sua saúde emocional, deixando de cuidar de si e das pessoas à sua volta. É importante lembrar que os sintomas são alertas de que algo está a correr mal.
  • Infração de medida sanitária prevista – transgride leis da natureza e da sociedade que servem para impedir a propagação de doenças que se podem evitar (ex: falta de vacinação e higiene, alimentação inadequada, falta de exercício físico, falta de cuidados primários, negligência mental e emocional).
  • Exercício ilegal nos cuidados da saúde – realiza um autodiagnóstico e faz automedicação, evitando procurar ajuda específica.
    Falsidade ideológica – esconde e nega, tanto para si, como para o outro, o que realmente sente, o seu sofrimento e necessidade de ajuda especializada.
  • Penalidade – todo o crime contra a sua saúde tem consequências perante a sua qualidade de vida. Neste caso a penalidade que falamos também é uma prisão, mas uma prisão sem grades! A dor, o sofrimento, o mal-estar… é o colapso do maior bem, a sanidade! Zelar pela saúde emocional é ter respeito consigo mesmo e pela sua vida.

 

Se esta analogia evidenciou a sua negligência perante a saúde e considera difícil agir corretamente em benefício próprio e dos que o rodeiam, deixe de se prejudicar e procure ajuda.

 

A Clínica PSIC utiliza abordagens integrativas e sistémicas na área da Psicologia Clínica, para que possa refletir sobre o seu modo de vida e equilibrar as diferentes áreas implícitas na saúde emocional. Atua também com processos preventivos no sentido de desenvolvimento pessoal e autoconhecimento. Para saber mais informações, usufrua da nossa consulta informativa gratuita. As nossas consultas podem ser presenciais ou à distância.

*Adaptação do livro “Promoção da Qualidade de Vida” e homenagem ao Médico e Professor Dr. Joaquim Monte

TESTE TAMBÉM – A SUA AUTOESTIMA

Teste autoestima

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Fechar