Testemunho – Voltei a amar-me…

Aléxia de 45 anos, gestora e mãe de 3 filhos, procurou a PSIC pois pretendia sair do estado depressivo que se encontrava já há alguns anos. Atualmente, a cliente deparava-se com todas as burocracias e problemas que muitas vezes são inerentes a um processo de divórcio, o que veio exacerbar o seu estado depressivo.
Aléxia chegou à PSIC, com pouca esperança de que a pudéssemos ajudar, afinal já tinha recorrido anteriormente a ajuda profissional (psiquiatria), mas sem sucesso.
Desta forma, a PSIC achou pertinente partilhar o testemunho da Aléxia. Sabemos que o caso da nossa cliente não é de todo um caso isolado e por isso, gostaríamos de poder ajudá-lo a si, ou a outra pessoa que conheça que se encontre numa situação semelhante.

“ O que me fez procurar a clínica e ajuda de um profissional foi o facto de eu me encontrar num estado depressivo há imensos anos, já tinha recorrido a medicação, a ajuda profissional, nomeadamente de psiquiatria. Mas mesmo assim não melhorava. Então com o acontecimento atual, o meu divórcio resolvi procurar ajuda.
A verdade é que eu não tinha muita fé em que iria resultar, não acreditava muito que iria ficar bem. Mas mesmo assim vim procurar ajuda, pois já não queria mais viver.
Hoje e passado três semanas de tratamento sinto-me linda, amada pelos meus filhos e tenho vontade de viver e quero ser feliz.
Passo o dia sem chorar, sem pensar em situações depressivas, já tenho vontade de sair, de me arranjar de fazer ginástica e de passear com os meus filhos. Ainda preciso de aprender e melhorar a minha reação a situações de raiva, mas já me sinto bem e voltei a amar-me.” Aléxia.

Jatir Schmitt- Psicóloga Clínica

0 0 vote
Article Rating
Partilhar
Subscrever
Notificação de
guest

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

0 Comentários
Inline Feedbacks
View all comments